António Luz

Cortiça


Primeiro marceneiro, agora artesão de cortiça, António Luz nasceu em 1952 no sítio das Mealhas, concelho de São Brás de Alportel, a terra da cortiça.


Iniciou a sua atividade profissional com apenas 11 anos, tendo aprendido o ofício de marceneiro. Foi empresário, essencialmente na área da carpintaria e de mobiliário de cozinha, mas com a globalização económica e entrada de uma concorrência muito forte que se deu nos anos 90, sentiu dificuldade em manter-se no mercado, pelo que em meados de 2008 e a aproximar-se dos 60 anos de idade, decidiu reinventar-se enquanto profissional.


Começou por trabalhar a cortiça, fazendo peças da sua autoria. Surgiu então a oportunidade de as mostrar em pequenas feiras e mostras de artesanato, tendo a recetividade dos clientes

Sido o mote e incentivo necessários para que um simples passatempo virasse ocupação.


Participou no projeto TASA – Técnicas Ancestrais, Soluções Atuais, criado pela CCDR Algarve, tendo sido um dos seus principais impulsionadores.


Hoje, faz os seus trabalhos em cortiça, sendo estes não só ornamentais mas também produtos com bastante utilidade, podendo-se encontrar os mesmos em locais tão variados como hotéis, restaurantes ou centros comerciais.


Com a sua originalidade conquistou o público português e estrangeiro e o seu ligar no mundo do artesanato.


Todas as peças são produzidas artesanalmente, desde saladeiras, fruteiras, frapés, candeeiros, galheteiros, bases para copos, etc., procurando que sejam úteis e tenham um design contemporâneo, o que as distingue do que já existe no mercado do artesanato.


A valorização da cortiça, bem como o trabalho artesanal, esta sempre presente, sendo também a aposta no design uma das prioridades, privilegiando o trabalho em parceria com designers ou outros profissionais que possam acrescentar valor aos produtos, através de uma imagem atual e moderna.


Para isso, muito tem contribuído a conceção de algumas peças cujo objetivo principal é provocar a curiosidade e atrair atenções, bem como as demonstrações que realiza nos vários certames em que tem participado.


Neste âmbito, o propósito de um berço de cortiça, idealizado por duas arquitetas e concebido por António Luz, foi de facto a peça com maior destaque, tendo sido apresentado numa feira de design em Milão e ido a concurso internacional de mobiliário ecológico, onde ganhou o segundo prémio, entre inúmeros participantes internacionais.

Contactos:

São Romão | 8150-058 São Brás de Alportel

966 916 579

© 2020 Feira da Serra - Município de São Brás de Alportel. Todos os direitos reservados